segunda-feira, 13 de julho de 2015

Santo Arsênio foi considerado o Padre do deserto

Santo Arsênio

19 de Julho


era filho de uma nobre família de senadores.

Certa vez, o próprio Imperador Teodósio confiou-lhe a educação
 de seus filhos. Em meio de uma prece em que pedia para ser 

levado ao caminho da salvação, ouviu uma voz que lhe dizia:

 “Fuja dos homens e será salvo”. Ele se tornou monge e partiu

para o deserto para viver em meio de orações e penitências.

 Para não ficar na solidão total, decidiu juntar-se aos eremitas de 

Scete. Lá, encontrava os cristãos que iam buscar na sabedoria e

 santidade dos eremitas, conselhos e paz para a alma. 

Foi um dos mais conhecidos eremitas do Egito, sendo considerado 

um dos “Padres do deserto”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por sua presença neste Blog.
Maria Lopes.