segunda-feira, 23 de novembro de 2015

23 de Novembro - São Clemente I



Papa e mártir (+101)

23 de Novembro - São Clemente I

Papa e mártir (+101)


Temos preciosas informações do terceiro sucessor de são Pedro na sé apostólica de Roma - nomeado na prece eucarística -, em um escrito de santo Irineu do ano 180: Clemente "havia visto os apóstolos e conversado com eles, tinha ouvido o próprio som de sua prédica e tivera a sua tradição sob os olhos".

É sempre Irineu quem nos informa sobre a célebre carta escrita pelo papa à igreja de Corinto - um importantíssimo documento sobre a Igreja primitiva e sobre a reconhecida autoridade do papa no governo e na direção espiritual e moral das várias comunidades. Ei-la: "Trar-nos íeis júbilo e alegria", escrevia o papa Clemente à Igreja de Corinto, dividida por um cisma interno, "se, curvando-vos às advertências por nós escritas com a graça do Espírito Santo, abandonásseis a ilícita paixão da inveja".

Este é o importante legado deixado pelo papa Clemente. Dele nos fala ainda a basílica constantiniana, construída nas vertentes do monte Célio, provavelmente sobre as ruínas de sua casa, onde são conservadas suas relíquias, transportadas da Criméia, no século IX, por são Cirilo, o grande apóstolo dos eslavos.

Segundo uma antiga tradição, o papa Clemente foi relegado pelo imperador Trajano a uma cidade do Quersoneso, junto com muitos outros cristãos, condenados a trabalhos forçados nas minas de mármore. Sua presença foi de grande conforto para os prisioneiros, até que o próprio imperador encarregou um magistrado de truncar sua atividade com uma exemplar condenação capital, caso Clemente não renegasse publicamente a Cristo, sacrificando aos deuses de Roma. Esta tradição é bem conhecida.

Assim, quando são Cirilo esteve na Criméia, em 868, para evangelizar os Cazares, foi-lhe indicada uma fossa dentro da qual se tinham descobertos ossos humanos junto com uma âncora; este particular induziu Cirilo a crer ter encontrado as relíquias do santo pontífice. Mais tarde, Cirilo levou as relíquias para Roma, a fim de serem guardadas na basílica a ele dedicada.

Retirado do livro: 'Os Santos e os Beatos da Igreja do Ocidente e do Oriente', Paulinas Editora.

   http://www.paulinas.org.br/diafeliz/?system=santo&id=1067#ixzz3sKpd7zM1

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por sua presença neste Blog.
Maria Lopes.